separador topo
Cultura
Skip Navigation Links.
print

Coleção de Cerâmica Hispano-Árabe

Trata-se de um conjunto numeroso e raro, de quarenta e cinco peças, de origem, formas e ornamentações muito diversas. A sua cronologia varia do século XV ao século XVIII. Quanto às origens de produção, destacamos Manises, Paterna, Múrcia, Muel e Reus. Predominam as cerâmicas produzidas em Manises e os exemplares classificados entre os finais do século XV e os inícios do século XVI, que mostram diferentes temáticas decorativas, as quais se vão repetir em épocas mais recentes.

 

Destacamos os grandes pratos de Manises, fabricados a molde segundo protótipos metálicos. Um deles exibe as armas dos Mascarell, família nobre espanhola e outros associam decorações de reflexo metálico com pintura a azul de cobalto. Um prato e uma escudela com asa polilobuladas das oficinas de Muel mostram na sua pintura aves expressivas, rodeadas de motivos decorativos vegetalistas, de caráter caligráfico. Destacamos uma placa com moldura em relevo e a inscrição AVE MARIA, produção de Réus, assim como uma grande taça com a representação de um pavão. De Múrcia, um dos principais centros a fabricar cerâmica dourada, salientamos três pratos, feitos a molde e que têm no centro uma flor. Uma pia de água – benta patenteia uma iconografia caraterística a dois centros aragoneses: Muel e Teruel.


print
separador footer
 
Optimizado para os browsers: Internet Explorer 7, Firefox 3.5 e Safari 5 ou superiores | Em desenvolvimento pela DMSI (Direcção Municipal de Sistemas de Informação) da CMP
Projecto co-financiado por: