separador topo
Cultura
Skip Navigation Links.
print

Coleção de Faiança Portuguesa (século XVII a meados do século XVIII)

Esta coleção é composta por exemplares de faiança de excelente qualidade, peças raras e muito significativas que ilustram as tipologias das várias “famílias decorativas” utilizadas nesta época. Destacamos um aquamanile, datado do primeiro quartel do século XVII, uma das peças mais raras da coleção cuja forma sugere a representação de um animal fantástico e a pintura é em azul forte de cobalto.

 

De realçar um conjunto de mangas de botica, do primeiro quartel do século XVII, com uma pintura esquemática de motivos vegetais e animais. Muito invulgar é uma fruteira, vidrada em esmalte plumbo – estanhífero branco que tem, no centro do prato, o brasão dos Silva, em tons de azul de cobalto.

 

Salientamos um conjunto de pratos vidrados a esmalte branco com decorações diversas: o emblema da Ordem de São Domingos, flores estilizadas com laço, uma corça a saltar, o brasão da família Azeredo ou Preto, as armas de Dom João Rafael de Mendonça, uma lebre rodeada de flores, frutos, rochedos, um leão com igual envolvência, uma paisagem de arquitetura com torre, rochedos e árvores, o motivo das “rendas”. Invulgar e raro é um vaso vidrado a esmalte branco, de forma bojuda e com quatro asas, pintado em tons de amarelo de antimónio e azul de cobalto, sendo o desenho traçado a roxo vinoso de manganés.


print
separador footer
 
Optimizado para os browsers: Internet Explorer 7, Firefox 3.5 e Safari 5 ou superiores | Em desenvolvimento pela DMSI (Direcção Municipal de Sistemas de Informação) da CMP
Projecto co-financiado por: