separador topo
Cultura
Skip Navigation Links.
print

Arte em espaço público

Menino abraçando a gazelaNa nossa rotina quotidiana, cruzamo-nos com uma grande variedade de obras de arte, estátuas e esculturas, que se encontram dispersas pelas ruas, praças e jardins da cidade. Falamos portanto de uma arte urbana que se aproxima dos cidadãos, proporcionando-lhes maior acessibilidade e liberdade de fruição.

São obras representativas de diferentes discursos plásticos, quase todas da autoria de nomes consagrados e com grande projeção no domínio das artes plásticas, dos quais se destacam Henrique Moreira, José Rodrigues, Barata Feyo, Gustavo Bastos, Sousa Caldas, Irene Vilar, Zulmiro de Carvalho, Soares dos Reis, António Teixeira Lopes, Leopoldo de Almeida, ou artistas plásticos internacionais como Calmels, Minoru Niizuma e Juan Muñoz.

Tematicamente, predominam as celebrações de acontecimentos relevantes da história portuense ou nacional, as homenagens a figuras ilustres das Artes, Letras e Ciências, os modelos de altruísmo, coragem ou patriotismo. Realizadas a partir de 1862, data da colocação da primeira obra monumental portuense – o monumento a D. Pedro V , a grande maioria destas obras são datadas do Século XX, com particular desenvolvimento nas décadas dos anos 50, 60, 80 (devido à realização do Simpósio de Escultura em Pedra em 1985) e 90.


print
separador footer
 
Optimizado para os browsers: Internet Explorer 7, Firefox 3.5 e Safari 5 ou superiores | Em desenvolvimento pela DMSI (Direcção Municipal de Sistemas de Informação) da CMP
Projecto co-financiado por: