separador topo
Cultura
Skip Navigation Links.
print

Critérios de classificação

A 5 de dezembro de 1996, na cidade de Mérida (México), a UNESCO decidiu incluir o Centro Histórico do Porto na Lista do Património Mundial, com base no IV Critério Cultural. Considerou que este bem possui notável valor universal pelo seu tecido urbano e pelos seus inúmeros edifícios históricos que testemunham o desenvolvimento ao longo do último milénio de uma cidade europeia virada para o ocidente pelas suas ligações comerciais e culturais.

A proposta de inscrição refere que tanto como cidade, como realização humana, o Centro Histórico do Porto constitui uma obra-prima do génio criativo do Homem. Interesses militares, comerciais, agrícolas e demográficos convergiram neste local para dar abrigo a uma população capaz de edificar a cidade. O resultado é uma obra de arte única no seu género e de alto valor estético. Trata-se de um trabalho colectivo que não resulta duma obra pontual, mas sim de sucessivas contribuições.

 



Desenhado por Michel Olyff

Simboliza a interdependência dos bens culturais e naturais: ligação entre a forma criada pelo homem, o quadrado e a natureza representada pelo círculo.

Emblema redondo como o mundo e a proteção, serve para simbolizar a adesão à Convenção e a integração na Lista de Património Mundial.


print
separador footer
 
Optimizado para os browsers: Internet Explorer 7, Firefox 3.5 e Safari 5 ou superiores | Em desenvolvimento pela DMSI (Direcção Municipal de Sistemas de Informação) da CMP
Projecto co-financiado por: